Início » Sem categoria » SAÚDE MENTAL PÓS – PANDEMIA.

SAÚDE MENTAL PÓS – PANDEMIA.

Depois de pouco mais de 1 ano de pandemia, como está a sua saúde mental ?

Sabemos que se cuidar é importante, porém poucos sabem que a saúde mental é tão importante quanto cuidar do corpo. Se a cabeça está com problemas isso irá refletir no sono, alimentação e força.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) “Saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo realiza suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e é capaz de fazer contribuições à sua comunidade.”

O que, no início, eram poucos dias de isolamento se tornou meses, tornando 2020 o ano com a maior busca de remédio para tratar depressão, ansiedade, estresse, insônia, houve também, um aumento estimado de 30% no consumo de álcool e outras substâncias no Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país que apresenta maior prevalência de depressão na América Latina. É também o país mais ansioso do mundo. E, para profissionais da psiquiatria, a solidão é reconhecida como um gatilho – um impulsor – de transtornos de humor.

A pandemia de Covid-19 completou um ano em março e o isolamento contribuiu para intensificar problemas psíquicos e emocionais vivenciados pelos brasileiros. Meses saindo somente para o necessário e o relaxamento de cuidados para a saúde mental e física. A procura por serviços de terapia online cresceu durante o isolamento, poucas pessoas conseguem lidar com dificuldades econômicas, medo da doença e ainda a adaptação da vida e do cotidiano por conta do isolamento social.

LEIA MAIS COMO SE FORMOU UMA NOVA PANDEMIA

E COMO FICOU SUA SAÚDE MENTAL DEPOIS DE TANTOS ACONTECIMENTOS?

A saúde mental depende de inúmeros fatores, sejam eles biológicos, psicológicos ou socioambientais. É de se esperar que uma pandemia nessa magnitude cause um impacto enorme no bem-estar das pessoas, mas como amenizar isso?

Foram feitas diversas pesquisas sobre o assunto, uma delas, publicada pela revista Plos One, identificou que pacientes com doenças crônicas, mulheres, pessoas sem filhos, estudantes e quem teve contato com outros que tiveram diagnóstico positivo de COVID-19 foram os mais afetados emocionalmente. O Estudo não detalhou os motivos pelos quais as mulheres foram as mais afetadas, mas outras pesquisas apontam há tempos fatores como o acúmulo de tarefas domésticas, profissionais e na educação dos filhos, acabam contribuindo para isso. Níveis elevados de estresse, depressão e ansiedade foram relatados.

Apesar de ainda serem estudos preliminares, os resultados publicados nos alertam para a urgência de focar em medidas de prevenção, sem descuidar da saúde mental. Afinal a saúde só é completa quando o corpo e a mente estão em harmonia.

Infelizmente a pandemia ainda não acabou e não temos previsão de tempo para isso, então é importante nos habituarmos a ter atitudes positivas em nossa rotina adotando medidas de prevenção que nos ajudem a cuidar de nossa saúde mental.

SEPARAMOS ALGUMAS DICAS IMPORTANTES QUE PODEM TE AJUDAR A FICAR BEM MENTALMENTE:

1 – Tenha bons hábitos. Alimentação balanceada e exercícios físicos. Os dois juntos vão melhorar a qualidade do sono, consequentemente, menos pensamentos negativos.

2 – Evite bebidas alcoólicas e cigarros. São substâncias que afetam todo o corpo e a mente.

3 – Cerque-se de pessoas que te fazem bem, os amigos podem te ajudar nessa tarefa.

4 – Dedique tempo a você e não se cobre tanto. Escute músicas, faça maratona de séries e respeite seus próprios limites.

5 – Uma pandemia e o distanciamento social geram diversas emoções que são difíceis de lidar. Novos sentimentos são esperados. Não se compare com outras pessoas e tente encontrar atividades que mais funcionam para você.

E, principalmente, evite fazer autodiagnostico e não compre remédios sem indicação médica. Procure fazer terapia para entender melhor as emoções que está passando e a razão delas. O profissional vai te ajudar a lidar com ansiedade, melhorando a vivência para se adaptar novamente a uma rotina de trabalho.

Lembre-se: Você não está sozinho!

Fique bem!

Caso precise de ajuda:

LIGUE 188

Você pode conversar com um voluntário do CVV ligando para 188 de todo o território nacional, 24 horas todos os dias de forma gratuita.

Em qualquer forma de contato com o CVV, você é atendido por um voluntário, com respeito, anonimato, que guardará estrito sigilo sobre tudo que for dito e de forma gratuita.

Os voluntários são treinados para conversar com todas as pessoas que procuram ajuda e apoio emocional.

Conheça os postos e horários de atendimento.

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS

Deixe um comentário